Telerradiologia x Estrutura física

A Telerradiologia, movimento que surgiu na década de 90, já é uma realidade para muitas clínicas e hospitais brasileiros, crescendo a cada ano o número de empresas que adota essa solução.

Colocando essa opção ao lado da tradicional estrutura física, qual é mais interessante atualmente? Confira alguns prós e contras de cada modelo, em diferentes quesitos:

Produtividade

Entendendo produtividade como a capacidade que os profissionais têm de realizar o maior número de exames no menor tempo possível sem perda de qualidade, há pouca diferença entre as duas modalidades. O sistema de laudos online não impacta nas consultas médicas.

A diferença começa no momento dos exames. Geralmente, as clínicas mantêm apenas um profissional de radiologia, que fica responsável por executar os exames e, posteriormente, elaborar os laudos. Na Telerradiologia, o número de exames pode ser ampliado, pois o profissional não precisa fazer o laudo técnico. Após o término do exame, ele envia as imagens para o sistema digital e o resultado é disponibilizado online.

Qualidade

A maioria das clínicas e hospitais, infelizmente, não possui uma equipe técnica preparada para emitir laudos em grande quantidade, o que acontece é que apenas um ou dois profissionais são contratados e acabam ficando sobrecarregados.

Com o sistema de laudos online, uma vez contratado o serviço, tem-se toda a infraestrutura de uma empresa especializada. Em vez de esperar dias para a conclusão de um laudo técnico, a maioria dos exames pode ficar pronta em até 24 horas, sem que haja nenhum tipo de perda de qualidade no resultado final.

Organização

A organização das imagens e dos laudos elaborados por uma clínica costuma ser complicada e custosa de se manter. Não apenas arquivos físicos, mas também estruturas em servidor ou disco rígido para guardar imagens digitais. Na Telerradiologia, o armazenamento acontece em uma nuvem online e a necessidade de servidores físicos internos deixa de existir. O investimento em estrutura é muito menor.

Segurança de informação

Se antes as informações dos pacientes precisavam de soluções locais para proteção dos servidores, agora os sistemas online oferecem diversas camadas de segurança, criptografia e proteção de dados.

Custo-benefício

Para inserir uma tecnologia mais moderna, o custo deve compensar. No caso da Telerradiologia, quanto mais popular o sistema de laudos online se torna, menores são os custos unitários por exame. Atualmente, o sistema já encontrou um ponto de equilíbrio entre custo e benefício.

Em um primeiro momento, pode custar um pouco mais. Há o valor de contratação de uma empresa especializada e as licenças de software que terão que ser utilizadas, mas bastam alguns meses para que a situação se equilibre e o sistema online passe a ser mais barato do que qualquer outra opção.


Compartilhe nas redes:
Endereço

Av. Praia de Belas 2124 | 1203
Bairro Praia de Belas | CEP 90110-000
Porto Alegre | RS

Newsletter

Assine nossa newsletter para acompanhar as novidades e novos cursos.
© 2018 | Serviço Integrado de Radiologia
Contact us
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.